Clientes mal-educados


Seus clientes são mal-educados?

Vou falar uma coisa dura, mas tenho certeza de que é verdade: a maior parte dos seus clientes são tremendamente mal-educados. Não refiro-me aqui à falta de modos, gente rude ou grosseira – coisas que deveriam ser ensinadas em casa e na escola. Refiro-me a algo mais simples: nossos clientes simplesmente nunca foram educados para comprar corretamente.

Por exemplo:

– Como pizza pelo menos uma vez por semana há anos. Uma única pizzaria, das dezenas que visitei, deu-se ao trabalho de me explicar o que é uma Pizza DOC e porque esse tipo de pizza é teoricamente melhor do que os outros.

– Por um motivo ou por outro, visito farmácias pelo menos uma vez por mês. Nunca uma farmácia tentou educar-me sobre como viver de maneira mais saudável.

– Ando de carro desde que tenho 18 anos e nesse período de tempo tive Ford, Fiat, GM e Audi. Nunca uma marca de automóveis tentou me ensinar a dirigir melhor, ou a diminuir o desgaste dos pneus, ou a economizar combustível.

– Já comprei 4 laptops (dois Toshiba, dois Dell) e nunca tentaram me ensinar a melhorar o desempenho ou usar a máquina de maneira mais inteligente.

Posso ficar aqui o dia inteiro fazendo essa lista, e tenho certeza absoluta de que você também. A verdade é que as empresas não estão ensinado coisas importantes aos seus clientes. Depois reclamam que o cliente só quer preço, não é fiel, valoriza coisas que não são importantes, compara maçãs com bananas, etc. Mas a culpa não é dos clientes: é das empresas, que não entendem de verdade como agregar valor.

Clientes educados e esclarecidos invariavelmente preferem a qualidade e todos os diferenciais que você tem para oferecer. Clientes mal-educados querem preço, porque no fundo acham tudo igual.

Está na hora de começar a fazer algo em relação a isso. Chega de clientes mal-educados. Comece agora mesmo a encontrar formas criativas de ensinar seus clientes a realmente entender o que estão comprando. Transforme seus clientes em experts. Ninguém mais está fazendo isso e será claramente um diferencial. Educar seus clientes sinaliza ao mercado uma inegável qualidade superior (ninguém de qualidade inferior vai realmente querer educar nada… e são esses os que parecem estar ganhando hoje em dia!).

Toda empresa séria, na minha opinião, deveria organizar cursos para seus clientes. Deveria ter cartilhas ensinando e reforçando coisas importante. Deveria ter vídeos no YouTube com demonstrações, entrevistas, aulas. Deveria ter uma newsletter com tendências e novidades. Enfim, toda empresa, independentemente do ramo de atuação, deveria praticar o marketing educacional.  (Note também que não dá para fazer isso com vendedores amadores ou despreparados).

Chega de clientes mal-educados. Chega de gente que não sabe comprar. Chega do cliente comparar um produto ou serviço superior a um inferior e achar que é igual. Não é. Não deixe que isso aconteça. Diga-me: o que você tem feito para educar seus clientes?

Abraço educado e boas venda$,

Raul Candeloro

2 Respostas para “Clientes mal-educados

  1. Pingback: Clientes mal-educados | PORTAL ADMINISTRANDO·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s