O Intraempreendedor


O intraempreendedor

Esta semana li um artigo que acredito ser de grande importância para a reflexão, tanto de empresários quanto de colaboradores. O texto foi escrito por Camila Micheletti e segue abaixo com alguns cortes para torná-lo menor. Você é um intraempreendedor? Conceito cada vez mais difundido nas organizações, o intraempreendedorismo é a versão em português do termo francês “intrapreneur”, que significa empreendedor interno. De acordo com a dissertação de mestrado de Luís Ricardo Uriarte, o intraempreendedor é aquele profissional que “a partir de uma idéia e recebendo a liberdade, incentivo e recursos da empresa onde trabalha, dedicase  entusiasticamente em transformá-la em um produto de sucesso.

Não é necessáriodeixar a empresa onde trabalha, como faria o empreendedor, para vivenciar as emoções, riscos e gratificações de uma idéia transformada em realidade”. Desta forma, os empreendedores são importantes não apenas na implantação de novos negócios, mas também nas organizações já consolidadas, já que trazem inovação e fazem as idéias e projetos virarem realidade. De acordo com Makoto Yokoo, Gerente de Apoio aos Empreendedores da Endeavor Brasil, ONG de apoio a empreendedores, o intraempreendedorismo é fortalecido e estimulado nas empresas através dos mecanismos de remuneração variável, onde o profissional ganha a partir dos resultados que apresenta. “A competitividade nas empresas e no próprio mercado é muito grande. Vence quem consegue fazer a diferença”, afirma ele.

Será que o espírito intraempreendedor é um atributo ensinável, que pode ser adquirido com tempo, experiência e esforço? Ou será como vocação, que nasce com a pessoa? Na opinião de Luiz Scistowski, consultor de carreiras, especialista em marketing pessoal e diretor-executivo da Personal Hunter Consultores Associados, o profissional pode desenvolver um espírito empreendedor, mas é necessário que ele tenha aspectos de sua personalidade que sejam compatíveis com esse perfil. “Mudar o perfil psicológico é impossível. É preciso entender que algumas pessoas definitivamente não servem para atuar como realizadores vorazes e não tem curso ou treinamento que mude isso”, ressalta o consultor.

Como saber se você é ou não um intraempreendedor? Para os especialistas ouvidos pelo Empregos.com.br, este profissional apresenta algumas características que fazemno diferente dos demais, tais como: Tem atitude de dono na empresa: não tem olhos apenas para o seu departamento, mas para a companhia como um todo. As organizações podem estimular isso com um plano de obtenção de ações da empresa, fazendo com que os funcionários virem sócios do negócio. Tem paixão pelo que faz: tanto pelo trabalho como pela empresa onde atua. Isso inclui acreditar no negócio e ter a sensação de que a experiência está valendo a pena. Habilidade de transformar iniciativa em “acabativa”: implanta projetos com começo, meio e fim.

É persistente: faz de tudo para que o negócio dê certo e dissemina a idéia para os outros colaboradores, atuando como líder da equipe e encorajando-os a continuar.

Prof. Heinz

Visite o site: www.heinz.adm.br  –  E-mail: contato@heinz.adm.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s