Sua profissão vai existir no futuro próximo?


Por Carlos Alberto Julio

O assunto “bombou” nas redes sociais nos últimos dias, depois que os principais portais noticiosos exibiram o ranking das profissões ameaçadas de extinção, de acordo com o site da CareerCast, produzido com base em um estudo do Bureau of Labor Statistics.

A profissão de carteiro lidera a lista, em significativa retração, seguida, pela ordem, das seguintes atividades: agricultor, leitor de medidor, repórter de jornal impresso, agente de viagem, lenhador, comissário de bordo, operador de furadeira, funcionário de gráfica e fiscal de impostos.

A relação exibe a dinâmica da nova economia, cada vez mais digitalizada, globalizada e sintonizada nos conceitos de sustentabilidade.

Em 2001, eu já alertava para este fenômeno, ao publicar meu primeiro livro, Reinventando Você, no qual eu tratava também da obsolescência de empresas, de produtos e de setores inteiros de atividade.

Eu lembrava, por exemplo, que havíamos vivido o fim da produção de máquinas de escrever e de pagers, por exemplo, substituídos por equivalentes mais rápidos e eficientes.

No campo das atividades profissionais, essa não é uma notícia necessariamente ruim. Indica somente que os trabalhadores precisam se reciclar e, muitas vezes, se reinventar.

No caso da comunicação, pessoal ou de massa, o que é papel está sendo substituído pelo conteúdo digital. É bom porque reduz, por exemplo, a derrubada de árvores.

Se as pessoas se locomovem menos pelas cidades, usam menos os veículos automotores e contribuem para diminuir a emissão de poluentes.

Perceba que muitas das profissões ameaçadas têm relação com a atividade presencial. Outras, de alguma forma, estão associadas à exploração dos recursos ambientais.

Por isso, ao escolher uma profissão, o jovem deve hoje levar em consideração inúmeros fatores. Precisa saber em que mundo vive. Precisa saber em que seu mundo está se transformando.

Aos que já trabalham, a reinvenção pode ser uma atividade capaz de gerar conhecimento e satisfação.

Ouso pensar de forma otimista nessa questão. As profissões em extinção serão substituídas por outras melhores, mais limpas, mais seguras e mais capazes de gerar a realização pessoal.

Comece você a pensar no assunto, mesmo que a sua profissão não esteja na lista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s