O Profissional Empreendedor e a Criatividade


O Profissional Empreendedor e a Criatividade

Para ser um profissional empreendedor, você não precisa abrir, necessariamente, o seu próprio negócio. Ser um profissional empreendedor é ter posturas e atitudes empreendedoras. Significa que você pode ser um profissional empreendedor dentro da sua casa, na empresa em que trabalha, na sua comunidade, com o seu grupo de amigos, e em vários outros lugares.

Para você ter essa postura empreendedora e ser um profissional em constante aprendizado, basta você usar e abusar da sua criatividade. É ela quem lhe ajuda a desenvolver essa autonomia. Crer que você já possui essa capacidade criativa é um grande passo. Após isso você só precisará saber quando será necessário utilizá-la, e contar sempre com ela naqueles momentos em que você busca soluções para determinados problemas.

Ter idéias criativas é o mesmo que ter organização e boa análise dos acontecimentos que estão ao seu redor. É estar em sintonia com o universo.

Você sabe como anda a sua criatividade? Consegue ter pelo menos uma idéia diária? O que você faz para alimentar seu processo criativo? Já reparou em que condições e momentos você tem as melhores idéias? Essas idéias são utilizadas única e exclusivamente no trabalho ou são aplicadas na sua vida pessoal? Você compartilha suas idéias com outras pessoas? Sabe o que é Brainstorming?

Estou fazendo perguntas demais? Mas foram propositais, para que você perceba que o primeiro passo a tomar, para incrementar o seu processo criativo, é questionar-se, analisar as informações de que dispõe, mudar de postura e abrir a mente. Estimule-se a ter idéias que possam trazer melhorias seja para as suas relações pessoais, seja para a sua qualidade de vida. Ser criativo é ser inovador, portanto, não siga fórmulas de sucesso.

Procure pensar em fazer o que ninguém fez ainda. Ouça e converse bastante, isto estimula a criatividade. Você pode encontrar boas fontes de informação e conhecimento em revistas, livros, na Internet e em jornais. Você também pode despertar a sua criatividade a partir da análise desses conteúdos.

Outra boa dica é armazenar as idéias que você não utilizou para desafiar seu processo criativo a aperfeiçoá-las. Faça também um arquivo de assuntos do seu interesse e da sua área de atuação e, sempre que puder, procure ler esse material para lhe despertar novas propostas.

BRAINSTORMING – UM EXERCÍCIO DE CRIATIVIDADE

O brainstorming – também conhecido como “tempestade cerebral” ou “tempestade de idéias” – é um método que proporciona um grande número de idéias, alternativas e soluções rápidas.

É também um excelente exercício de debate criativo e inovador. Ele possibilita um grande uso da criatividade, que é uma ótima forma para encontrar soluções e tomar decisões. Assim, através da criatividade e da inovação é possível criar condições de sobrevivência às mudanças que nos atingem tanto no universo profissional quanto no pessoal.

As empresas americanas têm por hábito estimular a prática do brainstorming com seus colaboradores para idealizar cenários de futuro, ou seja, projetar os negócios alguns anos ou décadas na frente, para encontrar soluções para produtos, vislumbrar o perfil e as exigências dos clientes, entre outras questões.

Você pode utilizar essa técnica na empresa em que trabalha ou na procura de um novo emprego. Assim você exercita o intelecto e a criatividade e mantém um fluxo permanente de idéias. Sem contar que é um excelente exercício para projetar os cenários de futuro dos negócios de sua empresa ou da sua vida, o que, conseqüentemente, possibilita ações de investimento e de precaução e prevenção de riscos.

Por exemplo: Forme um grupo de pessoas para que cada um exponha sua idéia sobre um determinado assunto. Não se esqueça de incentivar a participação de todos. Juntos vocês encontrarão ótimas oportunidades para fazer planejamentos de negócios, estratégias e ações, e criar novos produtos e metodologias. O importante é deixar que todos sintam segurança e liberdade para expor suas idéias, inclusive, de maneira desordenada, sem se preocupar se elas são possíveis ou não. A associação de várias idéias pode culminar na solução do problema, necessidade ou dificuldade em debate. Quanto mais idéias, melhor!

Você também pode fazer esse exercício sozinho sobre sua carreira, sua vida pessoal. Levante hipóteses como, por exemplo: o que você faria se tivesse a sua própria empresa ou o que você faria se tivesse um funcionário como você? Você pode também estabelecer cenários de futuro, ou seja, projetar o cenário em que trabalha ou vive para os próximos 10 anos, por exemplo.

Esse incentivo à criatividade extrai boas idéias e boas soluções tanto para os negócios quanto para a sua própria vida, e é uma grande arma para os momentos, que não são poucos, de crise e pressão. Quem usa (o cérebro), ousa!

Por Leila Navarropalestrante.

“Leila Navarro é autora de vários livros e uma das palestrantes mais requisitadas do Brasil, ministrando palestrasem todo o Brasil e na Europa.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s