Oito lições para quem quer empreender


Oito lições para quem quer empreender

Advertência: empreender não é algo fácil, não existe receita de bolo e o que dá certo para um empreendedor pode não dar certo para outro.

Por Leandro Vieira

Advertência: empreender não é algo fácil, não existe receita de bolo e o que dá certo para um empreendedor pode não dar certo para outro. Você pode, inclusive, ignorar algum desses princípios e ter sucesso. De qualquer forma, não poderia deixar de compartilhar com você algumas lições que extraí ao longo de 15 anos à frente do Administradores.com. Vamos lá?

1. Mente de Principiante – Este é o princípio mais importante de toda essa lista. Só conseguimos evoluir quando reconhecemos que temos muito ainda a aprender. O célebre mestre zen Shunryu Suzuki resumiu tudo nessa frase: “há muitas possibilidades na mente do principiante, mas poucas na do perito”. Quando alguém tem a ilusão de que sabe muito, automaticamente se fecha para o novo. A mente do principiante, pelo contrário, é genuinamente humilde e ávida por aprender. Somente essa postura abre espaço para o verdadeiro crescimento pessoal e profissional.

2. Faça perguntas – Sim. Faça perguntas para os outros e, sobretudo, para si mesmo. Quando alguém nos pergunta algo, automaticamente nosso cérebro se ativa no sentido de encontrar uma resposta. Quando fazemos uma pergunta a nós mesmos, o mecanismo é o mesmo. Empreendedores estão a todo momento se perguntando coisas do tipo: “o que eu devo fazer para conquistar mais clientes?”, “como devo melhorar meu negócio?”, “o que meus clientes precisam?”, “se eu fosse meu cliente, que imagem eu teria da minha empresa?”… Perguntas evocam respostas – e esse mecanismo é extremamente poderoso.

3. Não trabalhe pelo dinheiro – Muita gente tem a vontade de começar a empreender para ganhar mais dinheiro. São justamente essas pessoas que jogam a toalha alguns meses depois de abrirem o seu negócio. Quando o dinheiro não aparece, quando o caixa fica negativo, quem se motiva unicamente por resultados financeiros fica logo desmotivado. Quando comecei o meu próprio negócio, nem me lembro de quando fui receber alguma coisa. Mas me recordo totalmente da felicidade que ficava a cada e-mail recebido com algum comentário do tipo “ei, o seu site tem feito a diferença em minha vida”.Quando o negócio tem um propósito relevante, o empreendedor se entusiasma simplesmente em perseguir a sua missão.

4. Quedas fortalecem – Você pode até tomar lições de como andar de bicicleta em algum livro ou site, mas só na prática você aprenderá a pedalar – e isso implica muitas quedas e barbeiragens até você pegar o jeito. Empreender não é muito diferente. Você irá errar – e isso é inevitável. Não se condene ao cometer algum erro. Reconheça, corrija e aprenda.

5. Mantenha o foco, mas deixe a mente livre – Fato: o sucesso do seu negócio depende da sua capacidade de focar no que realmente importa. Inevitavelmente, você deverá renunciar dezenas de outras ideias e propostas ao longo do tempo. Entretanto, eis aqui um paradoxo: sua mente deve estar livre para se manter fértil. Somente dessa forma você será capaz de conduzir as inovações necessárias para ir além. Você deve dominar o seu foco, e não o seu foco dominar você.

6. Pessoas são o centro de tudo – todo mundo tem a mania de colocar os holofotes em cima do empreendedor – e as luzes dos holofotes podem cegar. Não se iluda: ninguém constrói nada sozinho. Como empreendedor, você irá apenas liderar um processo onde a colaboração e o apoio de inúmeras pessoas são fundamentais. Não apenas aquelas que trabalham diretamente com você, mas também clientes, fornecedores, parceiros e, sobretudo, sua família. As pessoas que sonham o seu sonho e que ajudam a colocá-lo de pé são o centro de tudo.

7. Cuidado com o que você deseja – Parece frase de filme de terror, mas você realmente deve tomar cuidado com as coisas que almeja. Da mesma forma que o cérebro tenta buscar respostas para uma pergunta, aquilo que você deseja também acaba influenciando totalmente em seus resultados. Exemplo: “eu quero que o meu negócio cresça o suficiente para pagar minhas contas”. Bata na madeira. Se você deseja algo assim, é batata: você atingirá o seu objetivo e não passará disso. Ouse pensar grande. Treine a visão além do alcance: mesmo que esteja à frente de um negócio pequeno agora, se tiver a capacidade de visualizar a conquista de patamares superiores, será muito mais fácil chegar lá.

8. Mantenha a sua essência – Se tudo der certo, você vai se dar conta que empreender é como subir uma escada ou escalar uma montanha. Lógico que essa jornada irá lhe transformar todos os dias. Lógico que você vai se tornar mais forte, mais confiante e mais seguro. Mas, não deixe suas virtudes essenciais pelo caminho. Muita coisa irá mudar em sua vida, mas os seus valores devem permanecer os mesmos. Jamais se transforme na pessoa que você já abominou um dia.

fonte: http://www.administradores.com.br/artigos/empreendedorismo/oito-licoes-para-quem-quer-empreender/86485/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s